You are currently browsing the tag archive for the ‘Budismo’ tag.

A palavra Buda quer dizer “O Iluminado”.

Os budistas entendem que os seres humanos vivem como se estivessem sonhando. Para entender o significado da vida, as pessoas têm que despertar desse “sonho”. A meta do budismo é atingir o “Nirvana” que pode ser definido como um estado de despertar, de iluminação e de libertação.

Para grande parte dos budistas e outros que conhecem sua história, Buda foi um ser exemplar que ensinou o caminho do despertar e da iluminação. Segundo Buda, o caminho para a iluminação se alcança com meditação, disciplina, ética, esforço, atenção e outros conhecimentos por ele ensinados.

Sidarta Gautama (o nome do Buda) viveu há aproximadamente 2.500 anos (mesmo período de Sócrates) e diz-se que ele – apesar de ser de família aristocrática, rica e poderosa – se sentia inconformado com o sofrimento humano. Por isso, aos 29 anos de idade deixou sua casa, seu título de príncipe e começou a viver como um asceta meditando e jejuando até que quase morreu de inanição. Nesse momento, começou a propor que se devia buscar um caminho do meio, sem os extremos das privações ou os excessos da riqueza e opulência.

Aos 36 anos, meditando sentado debaixo de uma árvore, chegou a ” iluminação” ou nirvana que teria levado-o a compreender essência e a natureza de todas as coisas. A partir desse momento, ele passou a pregar por toda a Índia sua filosofia. Entre os principais conceitos incluem-se as Quatro Nobres Verdades (caminhos para o fim do sofrimento humano), o Nobre Caminho Óctuplo ( um conjunto de oito práticas  baseadas na moderação e na harmonia, sem cair em extremos) e diversos ensinamentos considerados por bilhões de pessoas em todo o mundo como conhecimentos dos mais profundos e divinos de toda história da humanidade.

As Diversas Correntes do Budismo

No budismo há muitas escolas e grupos de acordo com a região onde é praticado na Ásia, continente em que vivem a maioria dos praticantes. Basicamente os grupos podem ser divididos em três: o budismo do Sul, o do Leste e o do Norte. O do Sul é aquele praticado na Tailândia, Sri Lanka e em Mianmar. O budismo do Leste está presente na China e no Japão. Lá eles acreditam que há muitos budas e Sidarta Gautama foi somente um deles. Há muitas correntes diferentes na China e no Japão. o Terceiro e último tipo de budismo (Norte) se desenvolveu no Tibete e se espalhou para a Mongólia e oeste da China. Alguns dirigentes religiosos do Tibete se denominam dalai-lamas e acreditam que são reencarnações de Buda.

 A escultura do Buda apresentada aqui foi produzida no Tibete e mostra o Grande Mestre com uma tigela cantante em uma mão e na outra mão um sinal de benção ou de irradiação de energia.

Conheça mais sobre a vida de buda:

Veja mais sobre tigelas cantantes em:

http://www.shoppingholistico.com.br/loja/decoracao/singing-bowls-tigela-cantante-tibet-nepal-india-liga-sete-metais-om.html